INFORMATIVO
Você está aqui: Capa » Básico » 5 dicas rápidas para cuidar bem do seu kimono de jiu jitsu

5 dicas rápidas para cuidar bem do seu kimono de jiu jitsu

O artigo de hoje é um resumo com as 5 principais dicas para cuidar bem do seu kimono. A um tempo atrás nós já fizemos um grande artigo falando sobre como cuidar bem do seu kimono de jiu-jitsu, se você ainda não leu o nosso artigo, clique no link anterior e aproveite a leitura, mas se você está um pouco sem tempo agora, vá em frente e veja aqui os 5 itens mais importantes sobre este assunto.

Como Cuidar do Kimono

1. Nunca guarde seu kimono suado

Ao guardar o seu kimono de jiu jitsu sujo ele pode ser danificado, uma vez que o suor é ácido e corrosivo. Além disso ao deixar o seu kimono largado em algum canto (ou dentro da mochila) ele certamente irá virar depósito de bactérias, algumas delas podem não sair sequer com a lavagem convencional e deixar o seu kimono com mau cheiro toda vez que você começar a suar.

2. Não utilize cloro ou alvejante no seu kimono

Nunca, em hipótese nenhuma utilize alvejantes, cloro ou similares, o tecido do seu kimono, o uso destes produtos faz com que o tecido do kimono perca a resistência, enfraquecendo as fibras e deixando o kimono suscetível a rasgos, diminuindo assim a sua durabilidade.

3. Utilize agua fria e evite secadora

Hoje em dia a maioria dos kimonos de jiu jitsu já são produzidos com tecidos pré-encolhidos, porém a utilização de água quente ou de secagem do kimono em máquinas, podem provocar um encolhimento ainda maior e indesejado.

4. Lave seu kimono do avesso

Ao lavar o seu kimono do avesso para preservar melhor os seus patches, porém se você não tiver seguido a dica número 1 e o seu kimono estiver muito sujo, lave dos 2 lados para garantir que a lapela não fique com mau cheiro.

5. Como colocar patches

Sempre costure o seu patch, além de mais seguro e esteticamente mais bonito, não agride e nem estraga o tecido. Nunca utilize cola para fixar os patches, salvo patches autocolantes que são feitos com material que não agride o kimono.

Dica: Mesmo tendo patches autocolantes, faça um reforço extra e costure o seu patch, desta forma você garante que ele não vai ficar soltando as pontas.

E aí o que achou dessas dicas?

O que achou deste artigo? Tem alguma dica bacana sobre como lavar e cuidar bem do seu kimono, deixe nos comentários. Oss

Ah! Não deixe de ler o outro artigo sobre como cuidar bem do seu kimono. Até a próxima!

 

Cadastre-se e receba atualizações por e-mail


Sobre Equipe Aprenda Jiu-Jitsu

O Aprenda Jiu-Jitsu tem o objetivo oferecer aulas de jiu jitsu com dicas gratuitas para colaborar com a difusão das técnicas do puro jiu-jitsu brasileiro. Nossa equipe garimpa, seleciona e categoriza as melhores técnicas para que você possa aprender através do nosso site golpes e técnicas de qualidade.
  • Samuelrv

    Ótimo artigo para quem, como eu, começou a pouco tempo a prática da arte suave!
    Porém tenho uma duvida… Perto da minha casa não têm muitas academias de jiu-jitsu e eu não tenho muitas condições de ir treinar em uma mais distante, por isso iniciei em uma turma infantil (a media de idade é de 8 a 14 anos, com exceção de dois parceiros que também têm idade adulta e o professor). Eu tenho 18 anos e por isso, nos treinos, muitas vezes só posso rolar de igual para igual com os outros dois parceiros que falei anteriormente ou com o próprio professor.
    Minha duvida é: treinar em uma classe com pessoas mais novas atrapalharia meu desenvolvimento? Eu consigo aprender as posições tranquilamente e tenho um treino extra com meu professor aos sábados, mas as vezes fico em dúvida sobre o assunto pois sempre que treino com os mais novos, levo vantagem por causa da diferença de peso e estatura.

    Muito obrigado!

Scroll To Top